Publicidade

Aos 13 anos, Rafinha Nascimento comenta início da temporada 2022 e destaca importância de patrocínio

Jovem participou do início da temporada da CBJJE, que realizou os eventos Internacional Taça São Paulo de Jiu-Jitsu e o Mundial No-Gi no fim do mês de janeiro; veja a entrevista

Uma das promessas do Jiu-Jitsu feminino no Brasil, a jovem Rafinha Nascimento, de 13 anos, voltou aos tatames para competir na abertura do calendário 2022 da CBJJE, que aconteceu nos dias 29 e 30 de janeiro, com dois eventos: a Internacional Taça São Paulo e o Mundial No-Gi.

Dona de um currículo vitorioso, Rafinha Nascimento não conseguiu subir no lugar mais alto do pódio, porém destacou a experiência nos torneios em busca do seu sonho de se tornar uma atleta profissional de Jiu-Jitsu. A faixa-amarela, inclusive, é uma das promessas do esporte patrocinada pela Loja da Maria.

“Hoje foi um dia de muita guerra, muita luta, mas infelizmente o primeiro lugar não veio, acabei vacilando na minha estratégia. Agora é treinar e melhorar para não errar mais”, disse a jovem após sua participação na Internacional Taça São Paulo, que ainda completou sobre o Mundial No-Gi.

“Se testar é muito importante. Eu tenho o sonho de me tornar uma atleta profissional e disputar competições No-Gi ajuda no desenvolvimento da minha carreira”, falou Rafinha Nascimento.

Faixa-amarela é uma das promessas do Jiu-Jitsu feminino (Foto divulgação)
Faixa-amarela é uma das promessas do Jiu-Jitsu feminino (Foto divulgação)

Apoio fundamental

Referência em produtos de EVA, como tatames, placas e tapetes, a Loja da Maria foi criada em 2013, na cidade de São Paulo, e ao longo dos anos vem desenvolvendo uma relação cada vez mais forte com as artes marciais, em especial com as categorias de base. Ciente da oportunidade, Rafinha Nascimento celebrou:

“O patrocínio é muito importante, ainda mais o da Loja da Maria, pois eles fabricam o meu melhor amigo, o tatame (risos). A gente tem tudo a ver e o trabalho deles com respeito, ética e profissionalismo é fundamental. A base de hoje são os futuros profissionais de amanha”, encerrou a faixa-amarela.

Saiba mais sobre Rafinha Nascimento, aqui
Publicidade
Publicidade