Publicidade

Recuperando-se de grave lesão, Chris Weidman estipula prazo ‘ousado’ para voltar ao MMA; veja

Recuperando-se de grave lesão sofrida no ano passado, Chris Weidman estipula prazo para voltar a lutar pelo UFC; saiba mais sobre

Em processo de recuperação após uma grave lesão sofrida em abril do ano passado, Chris Weidman está motivado para voltar ao MMA o quanto antes. Após um difícil período, onde passou por cirurgias, sessões de fisioterapia, entre outros procedimentos, o ex-campeão peso-médio do UFC garantiu que seu plano é voltar ao octógono do Ultimate ainda no ano de 2022, mais precisamente em junho, pouco mais de um ano depois da séria fratura que sofreu na perna.

“Quero lutar antes de fazer 38 anos, em junho. Esse é o meu objetivo. Odeio ver a idade avançada quando sou anunciado. É uma lesão muito séria. Já passei por muitas. Tive 25 cirurgias, mas esta foi diferente. Há muitos processos. Tenho objetivos de quando irei lutar, mas não vou morrer se atrasar um mês ou dois. Vou voltar em 2022”, afirmou Chris Weidman.

Sem lutar há quase um ano, Chris Weidman também falou brevemente sobre como está a recuperação da sua grave lesão, deixando claro que ainda faltam algumas etapas a serem cumpridas antes de voltar a subir no octógono do UFC, como conta a seguir.

“Minha perna ainda não está onde deveria, onde eu esteja feliz subindo no octógono contra atletas de alto nível e no lugar em que possa ser o melhor. Ainda há um pouco de dor, mas estou me apoiando na outra perna enquanto caminho por aí”, concluiu.

Chris Weidman, vale ressaltar, sofreu uma grave fratura na perna durante a luta contra Uriah Hall, que aconteceu em abril do ano passado, no card do UFC 261. A lesão foi bem semelhante à sofrida por Anderson Silva, justamente diante de Weidman, em 2013.

Atualmente com 37 anos, Chris Weidman possui um cartel de 15 vitórias e seis derrotas no MMA profissional. Ex-detentor do cinturão peso-médio do UFC, o “All American” vem passando por um momento delicado na organização nos últimos anos. Prova disso é que, das últimas oito lutas que fez pelo Ultimate, Weidman venceu apenas duas. Seu último triunfo foi em agosto de 2020, quando superou Omari Akhmedov na decisão unânime dos jurados.

Para ver mais notícias de Chris Weidman no UFC, clique aqui
Publicidade
Publicidade