Publicidade

Covington domina Masvidal e garante vitória no UFC 272; Dos Anjos e Marina vencem

No co-main event brasileiro do UFC 272, Dos Anjos mostrou domínio sobre Moicano e garantiu o triunfo

O aguardado “acerto de contas” foi realizado na noite de sábado (5), em Las Vegas (EUA), na luta principal do UFC 272. Colby Covington encontrou seu antigo amigo e ex-parceiro de time na American Top Team no octógono, dominou a luta e venceu Jorge Masvidal por decisão unânime dos jurados. Já no co-main event brasileiro, Rafael dos Anjos mostrou domínio sobre Renato Moicano e garantiu o triunfo no peso-casado.

Ainda no card do UFC 272, o Brasil teve mais três atletas escalados. Marina Rodriguez venceu a chinesa Yan Xiaonan e está muito perto de disputar o cinturão dos palhas. O experiente Edson Barboza foi superado pelo invicto Bryce Mitchell, enquanto Alex Cowboy perdeu a quarta seguida ao ser nocauteado por Kevin Holland.

Covington domina Masvidal e vence

No round inicial, Colby Covington rapidamente colocou em prática o seu jogo e derrubou Jorge Masvidal. Em pouco mais de quatro minutos, o americano ficou grampeado nas costas do adversário, tentando finalizar. Já no segundo assalto, apesar de “Chaos” voltar a pressionar, “Gamebred” aplicou mais golpes significativos.

No terceiro round, Colby seguiu mais dominante no confronto e impondo melhor o seu jogo de grappling, com joelhadas no corpo. O quarto assalto teve o mesmo panorama, mas Masvidal acertou um cruzado, que levou “Chaos” ao flashdown. No último assalto, o americano manteve o controle e garantiu a vitória sem sustos.

Com este resultado, Colby volta a vencer nos meio-médios após derrota para o campeão Kamaru Usman e segue no topo da categoria até 77kg. Já Masvidal conhece o terceiro revés seguido dentro da companhia.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc)


Dos Anjos derrota compatriota Moicano

O co-main event do UFC 272 foi brasileiro e disputado no mais alto nível em Las Vegas. Renato Moicano, apesar de ter assumido o combate há quatro dias, após Rafael Fiziev testar positivo para Covid-19, foi com tudo para cima. Do outro lado, Rafael dos Anjos soube neutralizar as investidas e foi colocando o seu jogo. No segundo assalto, o ex-campeão ampliou o domínio, atacou com mais inteligência e foi minando o compatriota.

O grande domínio de Dos Anjos aconteceu no terceiro round, quando chegou ao knockdown, aplicou uma série de golpes, mas o árbitro Marc Goddard optou por não interromper a luta. Nas redes sociais, lutadores e fãs criticaram a decisão. O quarto assalto foi mais morno. Na ida para o quinto round, o árbitro conversou com o médico para encerrar o combate – alegando que Moicano não tinha mais condições. Mas, o duelo seguiu.

Sabendo que tinha ido melhor nos rounds anteriores, Dos Anjos diminuiu o ritmo e Moicano foi para cima. O brasiliense acertou ótimos golpes e o público na T-Mobile Arena foi ao delírio. No fim, vitória por decisão unânime para Rafael, que emenda a segunda vitória seguido no Ultimate. Já Renato volta a ser derrotado.


Edson Barboza é derrotado nos penas

Após o primeiro round começar equilibrado, com o Edson Barboza aplicando bons low kicks, Bryce Mitchell conquistou um knockdown sobre o brasileiro e abriu caminho para a vitória. O americano impôs o seu jogo de grappling e foi controlando o combate. A história se repetiu no segundo assalto, com Mitchell superior.

Já no último round, Edson acertou um golpe que derrubou o americano. No entanto, o natural de Nova Friburgo não quis ir para o chão e Mitchell rapidamente se levantou, derrubando o oponente na sequência. No fim, vitória por decisão unânime para “Thug Nasty” que mantém a invencibilidade na carreira – agora com 15 triunfos – e deve entrar no Top 10 dos penas. Já Barboza, aos 36 anos, conhece o segundo revés seguido.

Cowboy é nocauteado e fica ameaçado

Precisando vencer, Alex Cowboy levou certa vantagem sobre Kevin Holland no primeiro round do UFC 272. O brasileiro marcou bem os chutes do adversário, soube se defender e ainda conseguiu derrubar em algumas oportunidades. No fim do assalto, pegou as costas do oponente, mas não concretizou a finalização.

Na volta para o segundo assalto, Holland conquistou um knockdown, que fez o Cowboy perder o ritmo na luta. Na sequência, o americano bateu até o árbitro Chris Tognoni interromper. O lutador, que estreou nos meio-médios, voltou a vencer. Já Alex conhece o quarto revés seguido e pode ser desligado da companhia.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por UFC (@ufc)


Marina vence chinesa e pede por cinturão

Marina Rodriguez apresentou dificuldades no começo da luta contra Yan Xiaonan no UFC 272. A chinesa começou bloqueando o jogo da brasileira, que encontrou a melhor forma de atacar no clinch do Muay Thai. Já no segundo assalto, a asiática mostrou velocidade para atacar e o duelo ficou um pouco mais aberto.

No último assalto, Marina andou mais para frente, controlou o centro do cage e foi ditando o ritmo do embate. Desta maneira, confirmou o triunfo por decisão dividida. Assim, a gaúcha chegou ao quarto triunfo no UFC e pediu, ainda dentro do octógono, para disputar o cinturão dos palhas. Já Yan registra segundo revés seguido.


CONFIRA OS RESULTADOS:

UFC 272
T-Mobile Arena, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 05 de março de 2022

Card principal
Colby Covington derrotou Jorge Masvidal por decisão unânime dos jurados
Rafael dos Anjos derrotou Renato Moicano por decisão unânime dos jurados
Bryce Mitchell derrotou Edson Barboza por decisão unânime dos jurados
Kevin Holland derrotou Alex Cowboy por nocaute técnico no 2R
Sergey Spivak derrotou Greg Hardy por nocaute técnico no 1R

Card preliminar
Jalin Turner derrotou Jamie Mullarkey por nocaute técnico no 2R
Marina Rodriguez derrotou Yan Xiaonan por decisão dividida dos jurados
Nicolae Negumereanu derrotou Kennedy Nzechukwu por decisão dividida dos jurados
Maryna Moroz finalizou Mariya Agapova com um triângulo no 2R
Umar Nurmagomedov finalizou Brian Kelleher com um mata-leão no 1R
Tim Elliott derrotou Tagir Ulanbekov por decisão unânime dos jurados
Ludovit Klein derrotou Devonte Smith por decisão dividida dos jurados
Dustin Jacoby derrotou Michal Oleksiejczuk por decisão unânime dos jurados

Para conferir mais notícias sobre o UFC 272, clique aqui
Publicidade
Publicidade