Publicidade

Dupla da Fight Sports Club vive grande fase, brilha no Europeu e dá sequência a temporada de sucesso

Faixas-pretas Maggie Grindatti e Denis Mitchel vêm de conquistas recentes no cenário do Jiu-Jitsu

Casa de grandes nomes do Jiu-Jitsu mundial, a Fight Sports Club – equipe liderada pelo multicampeão Roberto Cyborg – segue em alta no circuito competitivo. Após brilhar nas seletivas brasileiras para o ADCC 2022, o time participou do Europeu de Jiu-Jitsu, que este ano aconteceu em Roma, na Itália, e mais recentemente do Miami Winter Open, ambos organizados pela IBJJF.

No Europeu, os faixas-pretas Maggie Grindatti e Denis Mitchel roubaram a cena com títulos em suas respectivas categorias. Ao todo, a Fight Sports Club saiu do campeonato com três medalhas de ouro e uma de bronze, em resultado comemorando por Cyborg.

“Vivemos um momento muito importante para a Fight Sports Club. Temos uma seleção de atletas focados para os eventos principais e estamos felizes em poder conquistar mais estes títulos. De cinco atletas, tivemos três ouros e um bronze, e além da Maggie e do Denis, medalharam o faixa-roxa Petre Kaishauri (super-pesado) e o faixa-marrom Dmytro Pernycoza (peso-pesado)”, disse o líder do time, que completou:

“Todos estão sempre muito bem treinados e o resultado não foi surpresa alguma. Esses atletas vêm dominando o cenário tanto de quimono, como sem. E a tendência é que resultados assim se tornem cada vez mais comuns na equipe”.

Maggie mira mais títulos

Depois de bater na trave em 2020, quando estava em seu primeiro ano como faixa-preta, Maggie Grindatti voltou com tudo para o Europeu 2022. Campeã meio-pesado no adulto, ela se emocionou com o título e exaltou o trabalho realizado por todo o time.

“Ganhar o Europeu como meu primeiro grande título na faixa-preta foi uma grande vitória pra mim. Em 2020 era um título que eu esperava vencer, mas infelizmente não tive sucesso. Tive dois primeiros anos duros na faixa-preta, com muitas derrotas (ou lições). Então, voltar e cumprir esse objetivo foi gratificante e emocionante”, revelou Maggie, que no último dia 26 de fevereiro também faturou duas medalhas de prata – peso e absoluto – no Miami Winter Open.

“Estou sempre pronta para lutar. Então, quando decidi que queria lutar o Europeu, eu realmente não precisava me preparar, é assim que o Cyborg nos lidera na Fight Sports Club, para estar sempre pronto. Minha preparação foi bem consistentemente treinando nos tatames, e fora deles com força e condicionamento da CHAMPIONFIT. Comer bem, dormir bem e viver o verdadeiro estilo de vida de atleta. Estou muito feliz e realizada”.

Denis cita trabalho duro

Campeão peso-leve no master 3, o faixa-preta Denis Mitchel foi outro destaque da equipe no Europeu e vem de um crescimento constante. Ele citou os treinos duros na Fight Sports Club como diferenciais nas conquistas.

“È sempre muito gratificante ganhar um campeonato de alto nível como o Europeu, faz você pensar que todo o sacrifício valeu a pena. O treino duro nunca para e o resultado é esse. Quando entra a dieta e a preparação física fica puxado, mas faz parte do trabalho”, afirmou.

Saiba mais sobre a Fight Sports Club, aqui
Publicidade
Publicidade