Publicidade

Mike Tyson relembra episódio com Holyfield e lança petisco de maconha em formato de orelha

Mike Tyson lançou petisco de maconha em formato de maconha, em referência à mordida que deu durante duelo contra Evander Holyfield; veja

Considerado um dos maiores nomes de todos os tempos no Boxe, Mike Tyson possui uma legião de fãs espalhados pelo mundo, que acompanham seus passos mesmo depois de anos da aposentadoria do astro americano. Atualmente, o multicampeão está bastante focado em seus negócios, sendo um deles o ramo da maconha, onde atua como empresário.

E foi justamente nessa área que Mike Tyson, recentemente, chamou atenção. Por meio das redes sociais, o ex-lutador divulgou um novo produto, no mínimo, bizarro e inusitado: um petisco de maconha em formato de orelha. O produto comestível recebeu o nome de “Mike Bites” (mordidas de Mike, na tradução literal), e logicamente, se refere a um dos momentos mais marcantes da carreira de Tyson, onde, durante o duelo contra Evander Holyfield, deu uma mordida que arrancou um pedaço da orelha do seu rival.

Mike Tyson lançou petisco de maconha com formato de orelha
Mike Tyson lançou petisco de maconha com formato de orelha (Foto: Reprodução/Instagram)

Vale ressaltar que Mike Tyson vem investindo bastante nos investimentos em produtos à base de maconha ao longo dos últimos anos, e vem tendo bom retorno financeiro. O uso da maconha é legalizado de forma recreativa na Califórnia, nos Estados Unidos, e em outros 11 estados americanos.

Trajetória de Mike Tyson

Lapidado pelo treinador Cus D’Amato, o jovem Mike Tyson venceu suas primeiras 19 lutas profissionais por nocaute, 12 delas no primeiro round. Aos 20 anos, se tornou o – até hoje – campeão mundial peso-pesado de Boxe mais jovem da história ao derrotar Trevor Berbick. Em 1987, Tyson foi também o primeiro pugilista a ostentar simultaneamente os cinturões da WBA, WBC e IBF nos pesados, além de o primeiro a defendê-los com sucesso.

Ao longo da sua trajetória no Boxe profissional, onde foi o campeão mundial peso-pesado mais jovem da história (com 20 anos), além de o primeiro a vencer e defender cinturões simultaneamente, Mike Tyson realizou um total 58 lutas, com 50 vitórias (44 por nocaute), seis derrotas e duas sem resultado. O ex-pugilista é considerado por muitos o dono do soco mais potente do esporte e também um dos melhores pesos-pesado de todos os tempos.

Após deixar os ringues, em 2005, Mike Tyson se envolveu em uma série de polêmicas. A primeira aconteceu um ano depois, quando o ex-lutador acabou preso no Arizona (EUA). Em 2007, ele confessou posse de cocaína e direção sob influência de drogas, cumprindo três anos de condicional e 360h de serviço comunitário.

Em 2009, “Iron Mike” voltou à cena como uma nas estrelas do filme “Se Beber, Não Case“, um dos sucessos daquele ano. A partir daí, Tyson ingressou na vida artística com um show solo em Las Vegas (EUA) e uma colaboração com Spike Lee, famoso diretor de Hollywood.

Após a criação da sua fundação de caridade, em 2012, Mike Tyson começou a dar a volta por cima. O lendário boxeador criou uma produtora, teve uma série sobre sua vida exibida na FOX Sports nos EUA, publicou dois livros, etc. Em 2017, por exemplo, ele inaugurou o “Tyson Ranch”, empreendimento canábico com sede na Califórnia (EUA) e hoje sua principal atividade.

Fora da luta, Mike Tyson atualmente mora em Nevada (EUA). Ele já foi casado três vezes e tem sete filhos, além de ter perdido uma filha em 2009, aos 4 anos, em um acidente doméstico.

Por fim, em julho do ano de 2020, após retornar aos treinos – e impressionar a todos pela sua técninca e potência dos golpes -, Mike Tyson pisou novamente no ringue para uma luta de exibição com Roy Jones Jr. O duelo terminou em empate, pelas regras do evento, mas Tyson apresentou a técnica e potência de sempre.

Saiba mais sobre Mike Tyson, aqui
Publicidade
Publicidade