Publicidade

Na guerra, campeão do Bellator relata drama na Ucrânia: ‘Coisas terríveis acontecendo’

Nas redes sociais, o campeão do Bellator fez um desabafo através de uma postagem de vídeo no Instagram

Campeão dos meio-médios do Bellator, o ucraniano Yaroslav Amosov retornou para o país para salvar a família da Guerra – após a invasão russa, no último dia 24. No entanto, o lutador decidiu seguir na Ucrânia para lutar contra as tropas da Rússia, em defesa do país. Outros atletas locais também tomaram essa decisão.

Nas redes sociais, nesta semana, Amosov, de 28 anos, fez um desabafo através de uma postagem de vídeo publicada no Instagram. Nas imagens é possível ver diversas casas destruídas e barulhos de bombas caindo na cidade – que não foi revelada pelo atleta. Ao todo, o governo da Ucrânia afirma ter morrido quase 700 civis.

“Saudações a todos. Muitas pessoas falaram sobre essa operação especial. Você (Rússia) não está nos salvando. Estamos nos defendendo. Tropas russas chegaram ao nosso território e falam em nos salvar? É muito interessante para mim, quem você salvou nesta casa? E isso é apenas uma fração disso. Eles (russos) deixam cair (uma bomba) em orfanatos e casas comuns. Eles atiram em civis”, narrou o campeão, que seguiu:

“Coisas terríveis estão acontecendo. Não entendo essas pessoas que não acreditam no que está acontecendo em nosso país, assistem à TV e acham que está tudo bem aqui. Eles acreditam que você (o povo russo) está nos salvando. Você não está nos salvando, não sei como o povo da Ucrânia perdoará a Rússia pelo que fez ao nosso país. E isso nem é o fim”, concluiu Amosov, que conquistou o título do Bellator em junho de 2021.

Para conferir mais notícias sobre Bellator, clique aqui
Publicidade
Publicidade