Publicidade

Personal Fight de estrelas do futebol, Daniel Ferreira treina para voltar a lutar MMA

Lutador profissional de MMA e Muay Thai, o atleta puxa treinos de personal fight para os principais jogadores de Futebol do Brasil que atuam na Europa

Daniel Ferreira, 37 anos, é o responsável por propagar os benefícios do Muay Thai em Madrid, na Espanha. Lutador profissional de MMA e Muay Thai, o atleta puxa treinos de personal fight para os principais jogadores de Futebol do Brasil que atuam na Europa como, por exemplo, Arthur Melo (Juventus) e os ex-jogadores que marcaram época por lá como Robinho, Júlio Baptista e Ronaldo Fenômeno.

Praticante de Muay Thai há 20 anos, Daniel explicou os benefícios do treinamento para os jogadores. Em sua visão, a arte marcial os ajudam a manter o peso, ganhar massa e rigidez muscular, além de espantar o estresse e trabalhar o autocontrole.

“Toda arte marcial que você treinar vai lhe dar poder para controlar ainda mais seu corpo, logo você aprende a ter uma base mais equilibrada na hora de se movimentar, você queima calorias e fortalece os músculos por conta dos movimentos de soco e chute que faz nas aulas. Um jogador de futebol precisa saber ter um controle corporal muito grande, já que ele se movimenta bastante. Treinar muay thai o deixa mais inteligente, gera um autocontrole muito maior. Eu sempre traço um planejamento para que meus alunos possam evoluir em todas as partes”, comentou Dani, que fez curso de Educação Física e Nutrição pelo Instituto Madrid Vallecas, na Espanha.

Dono de 38 lutas profissionalmente na carreira, onde acumula 27 vitórias no Muay Thai e quatro no MMA, Daniel também aproveitou para recordar os momentos marcantes quando estava em camp para lutar: “Tem muita história para contar, mas eu vou relembrar uma que me marcou bastante. Na época em que eu treinava o Joilton “Peregrino”, nós assinamos um contrato para representar Gramado com tudo que um atleta e seu treinador sonhavam em ter, mas quando chegamos ao lugar combinado não era nada do que constava no contrato. Para você ter noção, não tínhamos alimentação suficiente para suprir a dieta de um lutador, o local de dormir era horrível, além de muitas outras coisas. Foi desafiador, mas acabou que deu tudo certo no fim das contas. “Peregrino” venceu sua luta no TUF Brasil, mas a grande vitória foi ter superado os obstáculos antes do combate”, recorda Daniel, campeão brasileiro e espanhol de Muay Thai.

Sob a bandeira Ferreira Fight Team, Daniel traça planos para voltar a lutar profissionalmente na temporada 2022: “Cara, eu estou treinando e me alimentando bem. Só falta traçar o planejamento para aumentar a intensidade dos treinos para lutar novamente, estou bem animado com o processo. Sempre foi ser exemplo para os meus alunos. Tudo que eu ensino, eu faço!”, encerrou.

Publicidade
Publicidade