Publicidade

Resumo do Jiu-Jitsu: brasileiros se destacam em Opens da IBJJF nos Estados Unidos

No último fim de semana foram disputados Boise Open e Charleston Open de Jiu-Jitsu nos Estados Unidos

O último fim de semana ficou marcado por dois eventos da IBJJF nos Estados Unidos. A primeira competição de Jiu-Jitsu foi o Boise Open, disputado em Idaho. O destaque do campeonato foi Rafael dos Anjos, da Alliance, que não é o atleta de MMA e ex-campeão do UFC. O lutador foi campeão dos médios com quimono e fechou o absoluto com o companheiro de time Fellipe Andrew – que foi campeão dos super-pesados.

Já nas disputas sem quimono, Dos Anjos voltou a pendurar mais medalha dourada no pescoço. Ele fechou os meio-pesados com o parceiro de equipe Vinicius Lino. Já no peso-aberto, o lutador superou Cameron Chaffee.

Com quimono nas categorias femininas, Jhenifer Aquino, da Atos Jiu-Jitsu, fez a dobradinha peso e absoluto com os títulos no peso-galo e absoluto. Sem pano, Jhenifer voltou a vencer. No entanto, na divisão dos plumas a casca-grossa não teve adversárias e fechou o peso-aberto com Heather Woods, que é companheira de time.

Jhenifer Aquino foi outra destaque do Boise Open de Jiu-Jitsu e colecionou medalhas douradas (Foto: Reprodução)
Jhenifer foi outra destaque do Boise Open de Jiu-Jitsu e colecionou medalhas douradas (Foto: Reprodução)

Destaques do Charleston Open

Já no Charleston Open de Jiu-Jitsu, Jeferson Guaresi, da Unity Jiu-Jitsu, venceu o absoluto sobre Hugo Marques – que brilhou na competição ao vencer a divisão dos leves com quimono e dos médios sem pano. Já na categoria dos pesados, Guaresi ficou com o bronze e viu o título ser conquistado por Matheus Diniz.

André Góis (médio) e Roosevelt Souza (pesadíssimo) foram campeões com pano na competição. Vagner Rocha, Fight Sports, levou duas medalhas de ouro para casa sem pano. Na divisão, ele não teve adversários, mas derrotou Estevan Martinez no absoluto. João da Costa (super-pesado) foi outro destaque No-Gi.

Nas disputas femininas em Charleston, Suelen Lima foi campeã absoluta, mas terminou com o vice nos meio-pesados para Chloé McNally nas disputas Gi. Já No-Gi, Ana Paula Cardoso colecionou duas medalhas douradas. Ela venceu a divisão dos médios, mas não teve adversárias. Depois, bateu Haley Zahnow no absoluto.

Para conferir mais notícias sobre Jiu-Jitsu, clique aqui
Publicidade
Publicidade