Publicidade

Vindo de boa vitória, Nicolau tem luta marcada no UFC; Bellator confirma Douglas Lima x Michael Page 2

Após derrotar Manel Kape por decisão dividida dos jurados em seu retorno ao Ultimate, em março, Matheus Nicolau já tem novo desafio dentro da organização. De acordo com informação do site MMA Fighting, o brasileiro vai enfrentar Tim Elliott em card do UFC marcado para acontecer no dia 9 de outubro. Apesar do local ainda não estar confirmado, a tendência é que o evento aconteça no UFC Apex, em Las Vegas (EUA).

Com 28 anos e um cartel de 16 vitórias e apenas duas derrotas no MMA, Nicolau ocupa atualmente a 12ª posição no ranking peso-mosca do UFC e já lutou na companhia entre 2015 e 2018, mas foi dispensado e, antes de ser contratado novamente, acumulou dois triunfos lutando pelos eventos Future FC e BRAVE Combat Federation. Em cinco lutas no Ultimate, o mineiro tem quatro vitórias e apenas uma derrota.

Adversário de Matheus Nicolau, Tim Elliott é seis anos mais velho em relação ao brasileiro e contabiliza um extenso cartel de 17 triunfos e 11 reveses. Atual décimo colocado no ranking da divisão até 57kg, o americano vem de duas vitórias seguidas no Ultimate, sobre Ryan Benoit e Jordan Espinosa, ambas na decisão unânime.

Bellator confirma revanche entre Douglas Lima e Michael Page

 

O Bellator vai fazer seu retorno à Londres, na Inglaterra, no dia 1º de outubro, e a organização já definiu qual será a luta principal do evento. Na última terça-feira (27), a franquia confirmou que a revanche entre Douglas Lima e Michael Page será o main event do show. No primeiro encontro entre os lutadores, o meio-médio brasileiro levou a melhor ao superar o inglês com um lindo nocaute no segundo round, em 2019.

Atualmente com 33 anos, Douglas Lima (32-9) vem de duas derrotas consecutivas no Bellator, a última em junho, quando foi superado por Yaroslav Amosov e perdeu o cinturão meio-médio da organização norte-americana. Já Michael Page, um ano mais velho que o brasileiro, chega para a revanche embalado por cinco triunfos seguidos, o mais recente deles em maio, quando venceu Derek Anderson por nocaute técnico.

Publicidade
Publicidade